Creative Women

Faça as pazes com suas finanças.

Nem só de pagar boletos vive a mulher contemporânea! Além de trabalho duro e dupla jornada, gostamos e merecemos nos mimar. Mas de onde tirar o dinheiro para tanta coisa?

Qual relação você tem com seu dinheiro?

Primeiro, se você não é do tipo capricorniana que vigia o dinheiro sempre que pode, repense seus hábitos. Observe como você tem se relacionado com dinheiro: é uma relação sincera onde ambos estão sabendo o que está acontecendo? Ou vocês têm enganado um ao outro?
Veja seu dinheiro como uma relação na sua vida, que precisa de atenção, compromisso e cuidado. Saber com o que você gasta, quanto e onde é um norteador para fazer os cálculos mensais e começar a reservar x valor ao mês, mesmo que cinco ou dez reais! Vai fazer a diferença depois de um tempo, existem apps de bancos que congelam o dinheiro reservado por um período de tempo para você não cair na tentação.

O que sobra pode se tornar muito mais do que dinheiro gastado impulsivamente!

Guardar dinheiro mensalmente não precisa ser metodológico, tem meses que você conseguirá guardar e outros não, acontece. Entretanto, tem um hábito que você pode substituir por outro: guardar o dinheiro que você gastaria com compras aleatórias.
Não é sobre não gastar com eventualidades ou por impulso, é sobre ponderar se vale a pena ou não gastar com isso agora. Pesquise se existe um substituto mais barato para o que você quer, ou guarde o dinheiro para comprar o item de desejo de maneira mais responsável. Pense dessa forma: ”reservar dinheiro agora para comprar mais do que só um item depois”. Por que não ter uma coleção inteira? Lembre-se que a pressa é inimiga das coisas bem feitas! (perfeição não existe, é algo subjetivo.)

Na era do investimento, arriscar ou deixar passar?

Aqui vai uma dica, um pitaco! A área de investimento tem crescido e se tornado mais acessível, isto quer dizer que: você tem acesso a investimentos fáceis e baratos através de bancos como a Nubank. Arriscar-se a investir de R$30,00 a R$100,00 não é tão desesperador, é um ótimo passo para iniciar.
Caso você se sinta insegura para fazer um investimento, pesquise! Informação é poder, e você só terá confiança para investir depois de ter segurança em cada passo. Não tenha medo de dar um google: ”como investir sendo iniciante”.

Por fim, organize-se!

Uma, duas ou três vezes ao ano. Mensal ou semanalmente. Você decide o que é melhor na sua rotina! O importante é ter controle sobre suas ações, não dá para ser personagem da sua própria história, você tem que ser escritora e narradora da sua vida, das suas ações. Por isto, tome as rédeas do seu roteiro, do seu destino e do seu caminho. Seu dinheiro e como você o usa faz parte da sua história e é preciso ter controle sobre isso. Faça desse personagem seu aliado, não antagonista.
E para finalizar, aqui vai uma listinha para te ajudar nesse processo de conciliação com o dinheiro:

Organize seus gastos;

Guarde dinheiro sempre que possível, faça reservas mensais de acordo com sua necessidade;

Compre mimos para si, mas mantenha controle sobre seus gastos, planeje como e quando comprar;

Arrisque-se um pouco e invista seu dinheiro para lucrar de maneira mais estratégica;

Mantenha-se informada sobre mercado financeiro e meios de melhorar sua relação com dinheiro;

Com um passo de cada vez seu relacionamento com o dinheiro se torna mais saudável e proveitosa! Talvez vire até uma história de amor…

606 respostas
  1. Miacit