Precisamos de um novo olhar para a Performance

Eu quero falar de um conceito que há alguns anos mudou radicalmente a minha forma de olhar para o trabalho e que também pode mudar a sua: o triângulo do trabalho – PLE.

Ele foi criado há mais de 45 anos pelo americano Tim Gallwey, reconhecido como o pai do Coaching e criador da metodologia “The Inner Game – O Jogo Interior”. Tim trabalhou com atletas famosos mundialmente e com grandes corporações como: Apple, Coca-Cola, IBM e AT&T.

O triângulo PLE é composto por três elementos interdependentes: Performance – Learning – Enjoyment (Performance, Aprendizado e Diversão).

  • Performance – Resultado em si.
  • Learning – O que você está aprendendo ou desaprendendo enquanto realiza o seu trabalho.
  • Enjoyment – a qualidade da experiência que você está tendo enquanto realiza o seu trabalho.

Quando você olha para esse triângulo, pensando na sua carreira e no seu trabalho, o que é mais importante? Em qual pilar você foca mais?

Se você respondeu Performance, está junto com a grande maioria das pessoas. Fomos ensinados desde cedo somente a pensar em resultados.

Sim, obter resultados positivos é importante. Não há argumentos sobre a necessidade de se ter performance. Mas a reflexão que eu quero que você faça é: a que custo estamos alcançando esses resultados?

Sabe aquela história de que sem esforço árduo não há ganho? Isso não funciona para mim. O que tenho percebido é que a corrida por resultados geralmente tem um custo muito alto. Focamos tanto nas ações que muitas vezes nos esquecemos do propósito delas.

Acredito que ingredientes como comprometimento, foco, disciplina e persistência são imprescindíveis para atingirmos nossos resultados. Mas e os outros pilares do triângulo? O que estamos deixando pelo caminho?

A ideia principal do triângulo PLE é que o mero fato de atingir a performance não torna as pessoas mais felizes no trabalho. A performance precisa ser alcançada de uma forma saudável e prazerosa.

Pilar Aprendizado – 

Qual foi a última coisa que você aprendeu no trabalho? Quais são suas atuais metas de aprendizado?

Aqui não me refiro a metas de desempenho. É comum cairmos na armadilha de estipularmos nossos objetivos de aprendizagem em forma de desempenho. Por exemplo: ter uma equipe mais eficiente.

Segundo Tim, a regra geral para distinguir metas de aprendizado e desempenho é que o aprendizado pode ser visto como uma mudança que ocorre dentro de um indivíduo, enquanto o desempenho ocorre externamente.

Ele ainda diz:

“Aprendizagem é uma capacidade aumentada para executar; desempenho é a evidência de que a capacidade existe”.

O aprendizado é parte importante do nosso desenvolvimento e as corporações precisam cada vez mais terem a cultura do aprendizado.

Pilar Diversão – Satisfação – Prazer

Esse talvez seja o pilar mais negligenciado e o que as pessoas resistem mais em incorporar ao ambiente de trabalho.

Uma queixa muito comum nos meus atendimentos de coaching de carreira é a falta de energia, motivação e paixão.

O último report do Instituto Gallup – The State of the Global Workplace realizado entre 2011 e 2012 com mais de 140 países traz o impressionante dado: 87% dos funcionários não estão engajados no ambiente de trabalho.

Você faz parte desse grupo? Desde quando?

A pesquisa mostra claramente que o envolvimento dos colaboradores está diretamente ligado aos resultados dos negócios, (a performance). Segundo a pesquisa, “(…) quando os funcionários estão desconectados emocionalmente de seus locais de trabalho são menos propensos a serem produtivos”.

E essa é justamente a ideia principal do trabalho de Tim Gallwey. Quando juntamos aprendizado (learning) e envolvimento ou satisfação (enjoyment) das pessoas, existe uma chance muito maior de obtermos a performance.

Colaboradores engajados são aqueles que estão envolvidos e comprometidos com a organização. Sentem-se energizados, motivados, estimulados e criativos. Contribuem para sua organização de maneira positiva.

Será que o resultado da pesquisa seria diferente se aprendêssemos a desfrutar do nosso trabalho e não apenas executá-lo?

O convite que faço é para você refletir cada um dos pilares do seu triângulo e descobrir qual precisa de um pouco mais de atenção.

Quer conhecer mais o triângulo do trabalho PLE? Sugiro a leitura do livro – The Inner Game – A essência do Jogo Interior – Performance, Aprendizado e Prazer no Ambiente Corporativo.

Um grande abraço,

Roberta Miranda
Idealizadora Creative Women

81 respostas
  1. camouflage passport
    camouflage passport says:

    852815 282366Hi. Cool post. Theres a problem with the website in chrome, and you might want to check this The browser may be the marketplace chief and a big component of other folks will miss your exceptional writing due to this problem. I like your Post and I am recommend it for a Internet site Award. 849639

    Responder
  2. slot
    slot says:

    25086 928640Great day. Really cool weblog!! Man .. Outstanding .. Wonderful .. Ill bookmark your website and take the feeds additionallyI am glad to locate numerous valuable info correct here within the post. Thank you for sharing.. 869060

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *